Infraestrutura de Pagamentos


A mo­dernização das Tecnologias de Informação através da chegada do cabo submarino e da introdução de novos instrumentos de pagamentos, alteraram profundamente a actividade do sector bancário, que tem contribuído para a reestruturação organizacional desse sector de actividade.

 

A conjugação des­sas potencialidades tecnológicas tem sido o impulsionador do desenvolvimento e modernização dos sistemas de pagamentos, sobretudo na criação e consolidação de infraestruturas de pagamentos, seguras e eficientes, que garantam uma transferên­cia rápida de fundos entre os participantes do sistema, na linha das grandes tendên­cias internacionais nesta matéria.

Actualmente, as infraestruturas de pagamentos apoiam os seguintes sistemas de liquidação:

 

À retalho:

  • SICOI - Sistema de Compensação interbancária.

A recolha e tratamento de informações sobre sistemas e instrumentos de pagamentos de retalho – SICOI apresentam os seguintes procedimentos:

A compensação de transacções é processada de forma automática na plataforma electrónica do SICOI - Cheques. No entanto, o processo de liquidação contabilístico do SICOI é efectuado de forma manual, porque a referida plataforma ainda não está integrada no sistema contabilístico do BCSTP. De salientar que no SICOI só se processa a compensação de cheques.

  • SWIFT - Operado pelo BCSTP, ao qual estão ligados ao BCSTP e os bancos comerciais;
  • Rede Dobra24 - (rede doméstica partilhada de ATM, POS e cartões de banda magnética);

Liquidação de grandes montantes entendidos para valores superiores a um mil e quinhentos milhões de Dobras.

  • Para grandes montantes a liquidação é feita directamente no SIBANC, plataforma informática utilizada pelo BCSTP.

Alguns bancos comercias começam a desenvolver as soluções de banca online (internet banking) e mobile banking para os seus clientes, baseando-se em soluções já desenvolvidas pela sua sede para outros mercados, e esperamos que esta área continue a ser explorada, dada a melhoria das infra-estruturas de telecomunicações, com a introdução do cabo submarino em 2012. Actualmente, em termos de comunicação 3G, a cobertura no território é superior a 90%.

As soluções existentes são essencialmente desenvolvidas e geridas pelo BCSTP para o caso do SICOI, SWIFT e transferências, e pela SPAUT, para o caso da rede Dobra24.

Globalmente as infraestruturas existentes estão numa fase incipiente, apresentando problemas de funcionamento operacional e diversas necessidades de melhoria.


Câmbio

Data: 14/12/2017
MOEDA COMPRA VENDA
EUR24.500,0024.500,00
GBP27.871,0028.289,06
JPY184,22186,99
USD20.875,9421.189,08
XAF37,3537,91
MOEDA COMPRA VENDA
EUR24,500024,5000
GBP27,871028,2891
JPY0,18420,1870
USD20,875921,1891
XAF0,03740,0379

Base Monetária (Mil Milhões de Dobras)

Data BMMN Base Monetária em Moeda Nacional NMC Notas e Moedas em Circulação RBMN Reservas Bancárias em Moeda Nacional RIL Reservas Internacionais Líquidas(Milhões USD)
25/08/20171497,12290,411206,7152,01
18/08/20171521,09295,161212,3652,30
15/08/20171521,09304,411216,6853,08
11/08/20171520,66306,451214,2153,09

Outras taxas

Taxa de Juros de Referência 9,00 %
Reservas Minimas de Caixa(RMC) 18 %
DATA TAXA
1928/06/20179,00
1802/02/201510,00
1704/04/201412,00
1601/05/201214,00
1503/08/201015,00
1428/10/200916,00
1326/08/200917,00
1223/04/200919,00
1126/03/200923,50
1021/01/200926,00

Conversor de moedas

0.0
Valor
De
Para

© Banco Central de S.Tomé e Príncipe.

Todos os direitos reservados.